quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Giz sobre tela escuro-breu


Holocausto aos deuses teço,
formulação minha imperiosa
num existir de cor prata.

É meu sacrifício
desfiar do tempo
o instante
fio a fio seu rosário

dobre de sinos
dentro em mim
enclausuro a hora


***

Cato.
Dentro de meus olhos
a humanidade grita
entre as pálpebras escorre
inunda cílios e cirros

Cavo
as extensões com que o mundo é,
o cósmico do instante
em que todos os instantes são.



Vilma Silva

domingo, 14 de janeiro de 2018

Conversa passante

---
passante
a cidade anda em nossos olhos


Os nossos olhos dentro é que andam a cidade
|
|
|
a arquitetura antiga e bela passa ao lado
nos olha escondida
haveres outros
ao largo
revés

circunspecta a arquetípica textura da beleza
variada e concentrada emerge
convicta calma bela
a beleza anda
atrás...

☺..............................................

sábado, 21 de outubro de 2017

Exercícios de tradução...

James Joyce

Tradução: Vilma Silva

Num só dia do homem estão os dias
do tempo, desde aquele inconcebível
dia inicial do tempo, em que um terrível
Deus prefixou os dias e agonias

até aquele outro em que o ubíquo rio
do tempo terrenal volta à sua fonte,
que é o Eterno. E se apague no presente
o amanhã, o ontem, o que ora é meu e fio.

Entre a alva e a noite vibra a história
universal.  Na noite vinda vejo eu
a meus pés os caminhos do hebreu,

Cartago aniquilada, Inferno e Glória.
Dá-me, Senhor, coragem e alegria
Para escalar o ápice deste dia.

***

JAMES JOYCE
                Jorge Luis Borges

En un día del hombre están los días 
del tiempo, desde aquel inconcebible
día inicial del tiempo, en que un terrible
Dios prefijó los días y agonías

hasta aquel otro en que el ubicuo río
del tiempo terrenal torne a su fuente,
que es lo Eterno, y se apague en el presente,
el futuro, el ayer, lo que ahora es mío.

entre el alba y la noche está la historia
universal. Desde la noche veo
a mis pies los caminos del hebreo,

Cartago aniquilada, Infierno y Gloria.
Dame, Señor, coraje y alegría
para escalar la cumbre de este día.



segunda-feira, 16 de outubro de 2017

No hay en la naturaleza...

-----------------------------------------------------------------------------------------------
... no hay en la naturaleza ni línea exactamente recta,
              ni círculo verdadero ...
                            (Nietzsche. Humano, demasiado humano)
----------------------------------------------------------------------------

quadricírculo

R A R O
A M A R
R A M A
O R A R

 ------------------

Vilma Silva

                  

quarta-feira, 28 de junho de 2017

  

Teluricidade


Eu Terra: me cavalgo no mar astral

esfericidade vogante no
eu a rondar-me a esfera
Uno e Verso vogar
avocar

nem verso nem anverso
Arco oriental Arco ocidental
terramar maternuvial mater
azul verde-anil aluvial:

cauda de cavalo a equadoroeste
cabeça de dragão a equadorleste
Vestal celeste, o Sol
                       no azul me luminesce



sábado, 22 de abril de 2017

O OLHAR Á BORDA DO MUNDO

O olhar à borda do mundo

....
Eu me nasci pronunciante:
Sê os teus olhos
Se teus olhos forem o que vê
Todo o teu corpo será o ver

....
Todos os homens sou
Os animais sou
Eu vegeto junto com as árvores
Comemos, deitamos, dormimos, amanhecemos
Deita-se o sol e eu me deito
Anoiteço e morro
Ao amanhecer sou o sol nascente
E a paisagem nasce na luz do meu nascer

....
Fora do eu não há mundo
O que não presencio dorme
Orbito o mundo que no meu olhar passeia
Orbita-me o mundo que vige dentro do meu olhar

Ser e ser somente a fibra do olhar
Nervos ópticos que me capturam
Mas não sou nervos ópticos:
Além deles eu me observo

....

Olho o olhar que vê
Depois do olhar o ver se dissolve
na terra onde o quando não há


sexta-feira, 7 de abril de 2017

Insondável pote


Insondável pote
Vilma Silva



**********************************************


voz
visage
ó
vós
visionary voz
vaso voal vagante
voo do não-ser ao haver  
caverna do verbo ao vago
som luzido do tudo ser
sopro do vento sobre
rios de nada ver
nobre
voz
vento sobre
o que o tempo não pode apagar
o chão luzente onde piso estrelas





**********************************************